Gizmodo



carros

A Cyanogen, startup por trás do desenvolvimento do CyanogenMod, uma das versões modificadas mais conhecidas do Android, mudou silenciosamente o foco do seu negócio. Depois de anunciar o encerramento do desenvolvimento da modificação do sistema do Google, a empresa trocou de nome para Cyngn. Agora, eles estão trabalhando em tecnologia para veículos autônomos.

Como aponta o Axios, existem pouquíssimos detalhes, mas o site oficial da empresa e a lista de empregos disponíveis corroboram o novo foco. Além disso, o Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia concedeu recentemente uma autorização para que a empresa testasse carros autônomos nas vias públicas da cidade.

A mudança no foco do negócio afetou diretamente os cargos de chefia da empresa. Em outubro do ano passado, o CEO Kirt McMaster deixou a posição. O CTO Steve Kondik, responsável pela criação da infraestrutura tecnológica, culpou McMaster pelo fracasso da empresa, mas meses depois deixou o cargo também. Quem assumiu o comando da companhia foi Lior Tal, e 30 ou mais empregados se juntaram à Cyngn desde que a estratégia mudou, de acordo com registros do LinkedIn. Entre os novos funcionários da empresa estão pessoas que vieram de montadoras como Mercedes-Benz e a chinesa Future Mobility.

No final das contas, a Cyanogen como conhecíamos realmente morreu. Nada de sistema modular, nem planos de variante do Android independente do Google com loja de apps própria.

[Axios]




VOLTAR AO TOPO