Gizmodo



dinossauros

Conheça o Caihong juji, um dinossauro da era jurássica que viveu há 151 milhões onde hoje é a China. O terópode de penas tinha ao redor de seu pescoço uma espécie de colar colorido, como um arco-íris brilhante, ao redor de seu pescoço. Os cientistas acreditam que essa característica era usada para atrair parceiros sexuais.

Um esqueleto quase completo do Caihong juji — um nome que significa “arco-íris com grande crista” em mandarim — foi descoberto por um fazendeiro na província chinesa de Hebei em 2014.

Este dinossauro recém-descoberto parecia muito com uma galinha
Estranho novo dinossauro era parte pato, parte velociraptor

Pesquisadores da Universidade do Texas em Austin, e da Shenyang Normal University têm analisado o achado desde então e divulgaram os resultados da pesquisa na Nature Communications. O paleontólogo Dongyu Hu, autor principal do estudo, disse que esse dinossauro recém-descoberto tem uma mistura curiosa de características antigas e modernas, incluindo suas brilhantes penas que podemos ver em alguns pássaros atuais.

Essa criatura, que lembra um pássaro, pertence a um grupo de dinossauros chamado de terópodes Yaniliao, uma subclasse conhecida pelo seus ossos ocos e por terem membros com três garras. Usando um microscópio eletrônico de varredura, os pesquisadores analisaram as impressões de um fóssil contido nas penas do Caihong juji.

A plumagem em seu pescoço contém o que parecem ser traços de melanosomas — pacotes largos e que contêm pigmentos que dão cor para as penas. Uma análise comparativa de melanosomas concluiu que as penas do dinossauro lembram bastante as de um beija-flor. Os autores do estudo especulam que essa era uma forma de atrair parceiros.

“A coloração brilhante é bem conhecida por ser ligada a sinalização e seleção sexuais, e nós notamos essa característica previamente em dinossauros”, disse Julia Clarke, coautora do estudo e professora do Departamento de Ciências Geológicas da Universidade de Texas em Austin, em um comunicado. “O dinossauro pode ter um apelido fofo em inglês, Rainbow [arco-íris], mas isso tem sérias implicações científicas.”

De fato, este pode ser o primeiro exemplo de iridescência, fenômeno em que certas superfícies parecem mudar de cor dependendo do ângulo de visão, encontrado em um dinossauro. O Caihong juji também conta com penas assimétricas, característica usada por pássaros modernos para controlar o voo. No entanto, suas penas não estão localizadas nas asas, mas na cauda.

“As penas da cauda são assimétricas, mas as da asa não são. Isso é uma característica bizarra nunca vista entre os dinossauros, inclusive entre os que voavam”, disse Xu. “Isso sugere que o controle de voo pode ter evoluído primeiro em criaturas com penas na cauda durante algum tipo de locomoção aérea.”

Além de uma crista óssea em seu bico, também usada para atrair parceiros, o Caihong juji tem um longo e estreito crânio e antebraços curtos, como os pássaros modernos.

“Essa combinação de características é incomum”, disse Clarke. “Ele tem uma pinta de um velociraptor olhando para baixo e um crânio longo com sua plumagem densa e uma grande cauda que lembra um ventilador. É bem legal…ou pode ser bem esquisito, dependendo da perspectiva que se vê.”

No futuro, a equipe espera aprender mais sobre o habitat e o estilo de vida do dinossauro, além de entender como ele evoluiu a ponto de ter esse visual tão colorido.

[Nature Communications]

Imagem do topo: ilustração feita por Velizar Simeonovski, do The Field Museum para a Jackson School of Geosciences, da Universidade do Texas em Austin.




VOLTAR AO TOPO