Gizmodo



espaço

Em meio ao seu projeto de sistema de transporte subterrâneo, o Hyperloop One, a SpaceX realizou neste domingo uma competição de velocidade entre projetos de cápsulas feitas por estudantes, em sua pista de testes de 1,6 quilômetro, localizada próxima à sede da empresa na Califórnia. O vencedor do concurso conseguiu alcançar a velocidade de 324 quilômetros por hora. Mas o bilionário Elon Musk quer mais.

• Elon Musk revela o novo traje espacial lustroso da SpaceX
• Veja a SpaceX enviar sorvete para o espaço

A competição teve três equipes finalistas: a Swissloop, da Suíça, a Paradigm, dos Estados Unidos, e a WARR Hyperloop, da Alemanha. O primeiro lugar ficou com a última, que com uma velocidade de 324 quilômetros por hora venceu com sobras a segunda colocada. O resultado é uma melhoria significativa para os esforços anteriores da WARR, que em janeiro deste ano havia alcançado 93,3 quilômetros por hora, deixando claro o progresso nesse intervalo de sete meses.

A cápsula WARR foi construída toda com fibra de carbono, o que lhe confere a possibilidade de manter um peso baixo e a capacidade de atingir velocidades altas nas condições funcionais do tubo de vácuo despressurizado da pista de testes da Hyperloop One. A vitória da WARR foi atribuída a seu motor elétrico e ao seu peso reduzido, de 79,8 quilos. O TechCrunch relata que os outros competidores tiveram problemas técnicos durante a final, mais especificamente questões de conectividade para a Swissloop e de pressão para a Paradigm.

As três finalistas foram escolhidas a partir de um grupo maior de inscritos baseado em uma série de critérios prévios que incluíam a garantia de que o trajeto da pista de testes poderia ser percorrido com segurança.

Hyperloop WARR pod run to 201 mph (324 km/h) in 0.8 mile near vacuum tube

Uma publicação compartilhada por Elon Musk (@elonmusk) em

Nas redes sociais, Elon Musk pareceu empolgado com os resultados alcançados durante a segunda edição da competição de velocidade, que deverá ganhar novo evento no ano que vem. O CEO da SpaceX ressaltou os números conquistados por uma iniciativa de estudantes, mas afirmou que acredita ser possível, com trabalho, alcançar 500 quilômetros por hora mesmo na pista relativamente pequena, de apenas 1,6 quilômetro de extensão.

A competição é um esforço voluntário conduzido por funcionários da SpaceX, que oferecem mentoria a estudantes na construção de cápsulas para o tubo despressurizado da Hyperloop One, preparando-os para os testes. E um passo importante no desenvolvimento completo da tecnologia cobiçada pela companhia de Musk.

[TechCrunch]




VOLTAR AO TOPO